Isabel Cristina David Cardigos dos Reis

Isabel Cardigos

Faculdade de Ciências Humanas e Sociais
Universidade do Algarve
8000 Faro
T. 289 800900 Ext. 7828
Email: icardigo@ualg.pt

1. Carreira Académica e Profissional

1974 Licenciatura em Filologia Germânica, Faculdade de Letras de Lisboa.

1993 Ph.D. em Portuguese Studies, King’s College London. Dissertação: “In and Out of Enchantment: Blood Symbolism and Gender in Portuguese Fairytales”.

Out. 1993 Contratação como Professora Auxiliar Convidada na Unidade de Ciências Exactas e Humanas (U.C.E.H.), Universidade do Algarve.

Fev. 1995 Equivalência do Ph.D. a doutoramento e subsequente passagem a Professora Auxiliar.

Mar. 2000 Nomeação definitiva como Professora Associada

Set. 2002 Nomeação definitiva na categoria de Assessor Principal na área de apoio ao ensino e investigação.

2. Actividade profissional (docência)

2.1. Docente de

1993-94Literatura Portuguesa II (Clássica)

1994-01Literatura Portuguesa I (Medieval)

1995-01Literatura Oral

2000-02Coordenadora de Mestrado de Literatura Portuguesa (Medieval e Oral): Estrutura do Conto Tradicional e Literatura Oral

Orientação dos projectos de licenciatura de:

  • Anabela Capucho Caeeiro, “Uma questão de sal” (13 v.)
  • Sara Faria da Silva, “Dois passeios pelo Inferno” (15 v.)
  • Ana Botelho de Azevedo, “A literatura oral na comunidade emigrante portuguesa em Montreal” (17 v.)

2002-03Orientação das teses de mestrado sobre o Conto da Tradição Oral de

  • Cidália Simão Bicho, “O protagonista nos contos de animais” (M.B. por unanimidade)
  • Sandra Correia Gonçalves, “O processo de crescimento nos contos tradicionais portugueses: O herói infantil” (M.B.por unanimidade)
  • Maria da Rocha Contreiras, “Lendas e contos de mouras /mouros encantados” (M.B. por unanimidade)
  • Maria da Conceição Contreiras, “Rostos do Bem e do Mal nos Contos Tradicionais” (M.B. por maioria)

Orientação da tese de doutoramento “Interdito e Transgressão no Conto Maravilhoso” de Olga Fonseca, Escola Superior de Educação, Universidade do Algarve (em curso)

2.2. Tarefas e cargos administrativos

Directora do Curso de Línguas e Literaturas Modernas, Estudos Portugueses e Franceses (1993-1997)

Coordenadora do Dep. de Línguas e Literaturas da U.C.E.H. (1994-95)

Presidente da Comissão Científica da Área Departamental de Línguas e Literaturas (1997-98 e 1999-2000).

3. Actividade profissional no Centro de Estudos Ataíde Oliveira

Fundou, com José Joaquim Dias Marques, o Centro de Estudos Ataíde Oliveira dedicado à investigação de Literatura Oral. Como directora do C.E.A.O.

3.1 Coordenou o projecto “Catálogo e Arquivo do Conto Tradicional Português” (Praxis/2/2.1/CSH/709/95), aprovado com “Excelente”, financiado em dez mil contos, funcional entre 1997 e 2000; o financiamento deste projecto permitiu:

3.1.1 a criação do Arquivo do Conto Tradicional Português, classificando e ordenando todos os contos tradicionais publicados em livros ou revistas;

3.1.2 a criação da respectiva base de dados

3.1.3 a criação de um catálogo (Catalogue of Portuguese Folktales) com um índice classificado de todos os registos do Arquivo.

3.1.4 classificar e anotar as recolhas publicadas por colegas (em livro e em CD)

3.2 Coordenou o projecto “Arquivo de Contos e Romances da Tradição Oral” (Sapiens POCTI/ 1999/ ELT34133/2000), financiado com catorze mil contos e que funcionou entre 2000 e 2004. O financiamento deste projecto (repartido equitativamente com a pesquisa relativa ao Romanceiro, gerida por Pere Ferré) permitiu, além da continuação de todo o trabalho anterior

3.2.1 incluir os contos inéditos no Arquivo, base de dados e catálogo (prefazendo um total de cerca de oito mil registos). Para esta inclusão foi importante uma bolsa de 500 mil escudos conferida pela Fundação Calouste Gulbenkian, que permitiu que, entre os dois projectos, fossem contratadas tarefeiras para rever, transcrever e organizar os contos recolhidos pelos alunos de Literatura Oral da Universidade do Algarve

3.2.2 avançar na versão portuguesa do Catalogue of Portuguese Folktales. Este último foi aceite para publicação pela Folklore Fellows Communications, Academia Scientiarum Fennica, Helsínquia.

3.3 Coordena o projecto “Arquivo e Catálogo do Corpus Lendário Português”. (PTDC/ELT/65673/2006), iniciado em Novembro de 2007 com uma pesquisa sistemática das lendas em Portugal, de que se está a fazer um levantamento e uma base de dados (Maio 2008).

3.4 Criou e co-dirige, com J. J. Dias Marques, a revista Estudos de Literatura Oral (ver 4.1)

3.5 Integrou os seguintes pequenos projectos:

3.5.1 Com Francisco Vaz da Silva (coordenador do projecto) e, na Eslovénia, com Mirjam Mencej e Zmago Smitek, o projecto “The concept of time and space in East and West European folklore” financiado, do lado português, pelo GRICES, de pesquisa comparada na área da antropologia cultural (2003-2005).

3.5.2 Com António Fontinha (coordenador), um projecto de levantamento de contos nas Terras de Santa Maria, em que o CEAO ordenou e classificou os 400 contos recolhidos, elaborando depois um texto sobre os mesmos para uma colecção de seis CD’s (2004-2005), e outro para um CD de divulgação ao público (2006, ver “Publicações”).

3.5.3 Na Câmara de Oeiras, participou no projecto Cultura 2000 “Contos de Ida e Volta”, organizando a recolha feita e prefaciando a publicação final.

3.6 Foi convidada para, entre outras intervenções,

3.6.1 participar num encontro de catalogadores, “Nommer/classer les contes populaires”, organizada por Josiane Bru no Centre d’Anthropologie, em Toulouse (20-22 Nov. 2003)

3.6.2 dar uma aula no curso de pós-gradução “El Cuento Folklórico” na Universidade Internacional Menéndez Pelayo (UIMP) , Valência, organizada por Rafael Beltrán e Martha Haro (2-5 Nov. 2004);

3.6.3 participar num curso de formação avançada organizado por Adriana Bebiano, no Centro de Estudos Sociais (Coimbra, 23 e 24 de Junho de 2005);

3.6.4 participar na organização da sessão “Contos que a Voz Contou” da série Clássicos da Gulbenkian, onde fez uma conferência (ver “Comunicações”) (Lisboa, 6 Maio 2006)

3.6.5 fazer uma roda de palestras por ocasião do lançamento do livro de contos tradicionais no âmbito do Projecto 3 Concelhos 3 Culturas (Mértola, Idanha-a-Nova, Évora, Out. e Nov. 2006).

3.6.6 participar no I Congresso da Fundação Manuel Viegas Guerreiro, com uma apresentação sobre o Centro de Estudos Ataíde Oliveira (Querença, 3 e 4 de Nov. 2006).

3.6.7 participar num encontro de catalogadores organizado por Carme Oriol e Josep Pujol (Univ. de Tarragona), Jaume Guiscafré (Palma de Maiorca) (Palma de Maiorca, 23-24 Nov. 2006) .

3.6.8 participar num encontro de catalogadores em Atenas (Maio de 2008)

4. Actividade Profissional (Editorial)

4.1 Editou o primeiro volume da colecção “CESIL Papers”, Maidens, Snakes and Dragons, do Department of Portuguese Studies de King’s College London, em 1991

4.2 Dirige a revista Estudos de Literatura Oral (ELO) com J. J. Dias Marques, com quem a fundou em 1995, e de que saíram, até à data: 1(1995), 2 (1996), 3 (1997), 4 (1998), 5 (1999), 6 (2000); 7-8 (2001-02); 9-10 (2003-04); 11-12 (2005-06). A revista recebe, em regime de permuta, mais de 80 publicações periódicas nacionais e estrangeiras e conta com cerca de 50 assinantes regulares.

4.2 Criou a série “Línguas e Literaturas”, Universidade do Algarve, de que foram publicados os seguintes volumes:

Estela Berger, A Audácia da Diferença: Percursos femininos na ficção de Maria Velho da Costa, prefácio de Maria Velho da Costa, capa de Teresa Dias Coelho, 1998

Em colaboração com o Centro de Estudos Aquilino Ribeiro, de Carina Infante do Carmo, Adolescer em Clausura: O romance de internato em Aquilino, Régio e Vergílio Ferreira, 1998

António Branco (coordenador), Figura: Actas do II Colóquio da Secção Portuguesa da Associação Hispânica de Literatura Medieval, 2001

5. Outras Actividades

Out. 1989 Organizou um simpósio, “Maidens, Snakes and Dragons”, na qualidade de Assistente do Centre for Symbolism and Imagination in Literature, no King’s College, Universidade de Londres, de cujas palestras organizou uma publicação com o mesmo nome.

Nov. 1994 Organizou o simpósio “The Voice of Fairytales” no Institute of Romance Studies, Universidade de Londres, em que participou, entre outros, Marina Warner

Maio 1996 Organizou duma jornada de contos contados, palestra e oficina de arte de contar, com a presença de Ruth Stotter (Dominican College, Berkeley, California), na Universidade do Algarve

Maio 1997 Recebeu a visita ao Centro de Estudos Ataíde Oliveira de dois consultores do Projecto Praxis 95, membros da Enzyklopädie des Märchens, Ines Köhler-Zülch e Christine Shojaei-Kawan, que proferiram palestras públicas.

Set. 1998 Organizou a visita por três semanas de Heda Jason (Univ. de Haifa, Israel), como consultora do Projecto Praxis 95

Nov. 2001 Organizou um seminário de três dias sobre a tradição escrita e a literatura oral orientado por Ruth B. Bottigheimer (Stony Brook at N.Y.)

Jan. 2002 Com Francisco Vaz da Silva, organizou o seminário de Antropologia Cultural, “Interpreting Folk Narratives and Practices”, Centro de Estudos Ataíde Oliveira, Universidade do Algarve (3 e 4 Jan) e Fundação das Casas de Fronteira e Alorna (7 Jan), em que participaram Chris Knight (Univ. of East London) e Stanley Brandon (Univ. of California, Berkeley)

Maio 2002 Organização de uma jornada de contos contados e oficina de arte de contar, com a presença da contadora Sally Pomme Clayton, Centro de Estudos Ataíde Oliveira, Universidade do Algarve

6. Comunicações

Fev. 92 “La Dame de la Mer: Une Mélusine Portugaise”, colóquio L’Imaginaire de la Nation, Bordéus

Julho 92 “A Male World View and a Female Model in two Portuguese Fairytales”, X Congresso da International Society for Folk Narrative Research, Innsbruck

Out. 92 “As Donzelas Encantadas: Simbologia menstrual nos contos de fadas”, conferência na Fundação das Casas de Fronteira e Alorna

Jan. 93 “The Snake and the Maiden: Analysis of two Portuguese fairytales” palestra de abertura dos Seminários de Pós-Graduação, Department of Portuguese Studies, King’s College London

Fev. 93 “The Portuguese Folktale: A missing piece in the European jigsaw”, palestra integrada na Semana de Estudos Portugueses, promovida pelo Department of Portuguese Studies, Universidade de Leeds

Abril 94 “Caipirinha ou Coca-Cola? Do regionalismo e internacionalismo dos contos populares”, palestra integrada no II Simpósio Luso-Afro-Brasileiro de Literatura, Faculdade de Letras de Lisboa

Maio 94 “Matrizes Simbólicas dos Contos de Fadas da Literatura Oral”, conferência na Faculdade de Letras de Coimbra, a convite do Instituto de Estudos Ingleses e Anglo-Americanos

Junho 94 “O Estudo do Conto Tradicional Português”, comunicação apresentada no Colóquio sobre Literatura Oral Algarvia, Universidade do Algarve, de que foi co-organizadora

Nov. 94 Comunicação introdutória no simpósio “The Voice of Fairytales” por si organizado no Institute of Romance Studies, Universidade de Londres
“The Elusive Borders of Regional Fairytales”, comunicação de abertura do Seminário de Pós-Graduação no Department of Portuguese Studies, King’s College London

Jan. 95 “Finding the Voice of Fairytales”, comunicação integrada no XI Congresso da International Society for Folk Narrative Research, Mysore, Índia

Junho 95 “Metamorfoses da Metamorfose nos Contos de Fadas”, comunicação integrada nos Encontros sobre a Metamorfose, Fundação das Casas de Fronteira e Alorna

Nov. 96 “O Conto Tradicional Português: Um segredo que a Europa desconhece”, palestra inaugural no I Seminario Internacional Cuentos y Leyendas de España y Portugal, Badajoz.

Março 97 “O ensino do conto maravilhoso nas escolas”, palestra a convite dos alunos estagiários na Escola Tomás Cabreira.

Abril 97 “Das mulheres-cisnes às mouras encantadas”, palestra integrada no ciclo O Imaginário Português do Ponto de Vista da Relação com a Natureza, Fundação das Casas de Fronteira e Alorna.

Maio 97 “From Seven-League Boots to Iron Shoes”, três palestras a convite dos Departamentos de Estudos Hispânicos nas Universidades de Manchester, Newcastle e Birmingham, patrocinadas pelo Instituto Camões.

Julho 97 “Transformations of the Swan Maiden: Folktales of migratory women. Transformações das Mulheres-Cisnes: Os vai-vem femininos na tradição oral”, 3rd Feminist Research Conference, Coimbra.

Julho 98 “The Wearing and Shedding of Enchanted Shoes”, XIII Congresso da International Society for Folk Narrative Research, Göttingen.

Set. 98 “O Conto Tradicional Maravilhoso”, Acção de Formação de professores do ensino básico e secundário, Universidade do Algarve.

Out. 98 “’Dona Marinha’: Uma figura melusínica?”, II Colóquio da Associação Hispânica de Literatura Medieval, Secção Portuguesa, Universidade do Algarve.

Nov. 98 “A Verdade dos Contos de Fadas”, palestra na Biblioteca da Fundação Gulbenkian da Câmara de Ponte de Sor, promovida pela Fundação das Casas de Fronteira e Alorna.

Abril 99 “O Conto da Tradição Oral”, 1º Encontro Nacional de Aprendizes de Contar, Câmara Municipal de Beja.

Out. 99 “Ataíde Oliveira: Seu contributo para o levantamento de um património memorial do Algarve”, palestra conjunta com Maria Aliete Galhoz, V Jornada da Associação do Património de Silves.

Nov. 99 “O conto como enigma”, palestra integrada no Encontro sobre o Enigma, Fundação das Casas de Fronteira e Alorna.

Nov. 01 “Tradição e Transformação: nos contos, por exemplo...”, Seminário da Associação Nacional dos Professores do ensino Secundário “O (Re)Encontro com a Tradição na Literatura, na medicina e na Música”.

Maio 02 “Ondinas, Sereias e Outros Seres Mágicos”, Encontro Palavras Andarilhas, Beja.

Maio 02 “Tradições Escritas e Orais em torno da ‘Dama de Pé de Cabra’ ”, palestra no Arquivo Histórico de Loulé

Maio 02 “O Jogo do Género na Tradição Oral”, Colóquio O Jogo no Jogo, Departamento de Letras Clássicas e Modernas, Univ. do Algarve

Nov 02 “The Fool who makes one Laugh and the Fool who makes one Wonder”, Congresso Ethnic Cultures, Traditions and Innovations, Univ. de Kaunas, Lituânia

Abril 03 “Raízes e Futuro do Conto de Tradição Oral”, palestra na inauguração do 1º Festival de Contadores de Contos em Faro, Arca

Nov 03 “Arquivo e classificação dos contos de tradição oral”, palestra no 2º Festival de Contadores de Histórias de Países de Língua Portuguesa, Maputo

Nov 03 ponto de discussão: “Problèmes de Classification de Contes Licentieux”, Nommer /Classer les Contes Populaires, Journées de Travail organisées par Josiane Bru, Toulouse

Nov. 04 Aula/palestra: “Dona Marinha (séc. XIV) e as mulheres sem voz na tradição oral ibérica”, UIMP, Valência

Jan. 05 Apresentação do livro Contos populares Alentejanos de Tomás Pires, organizado por Mário Lages, em Elvas

Jun. 05 “O Conto maravilhoso português da tradição oral”, aula no curso de pós-graduação “A construção da identidade sexual no maravilhoso”, Centro de Estudos Sociais, Coimbra

7. Publicações:

7.1. Livros

In and Out of Enchantment: Blood Symbolism and Gender in Portuguese Fairytales, “Folklore Fellows Communications”, Helsínquia, Academia Scientiarum Fennica, 1996.
Recensões de In and Out of Enchantment:

João David Pinto Correia, Revista Lusitana (Nova Série), 15 (1996), pp. 123-125.
Cristina Bacchilega, Marvels and Tales, vol 11, nrs. 1-2 (1997), U.S.A.., pp. 200-204.
Ana Cristina Macário Lopes, Luso-Brazilian Review, vol.35, nr. 1 (Summer 1998), U.S.A., pp. 99-100;
Aili Nenola, “The gendered interpretation of blood”, FF Network, nr.15 (April 1998), pp. 19-21, Helsínquia;
Marija Stanonik, Traditiones nº27 (1998), Zbornik Instituta za slovensko narodopisje, Eslovénia, p. 315.
Christine Goldberg, Journal of Folklore Research (1998), U.S.A., p. 159

Contos: Património Oral do Concelho de Loulé, vol. I, com Idália Farinho Custódio e Maria Aliete Farinho Galhoz, Câmara Municipal de Loulé, 2005.

Contos Tradicionais da Região de Entre Douro e Vouga (CD), com António Fontinha (Introdução e Organização), Arouca, Oliveira de Azeméis, Stª Maria da Feira, S. João da Madeira e Vale de Cambra, Associação de Municípios das Terras de Santa Maria, 2006

Catalogue of Portuguese Folktales, Folklore Fellows Communications, nº 291, Helsínquia, Academia Scientiarum Fennica, 2006

7.2. Artigos

“A Cara de Boi: Male and Female Journeys of Initiation in a Portuguese Fairytale”, Portuguese Studies, 5, Londres, Modern Humanities Research Association, 1989, pp. 1-26;

“Os Figos Pretos de António Nobre”, Colóquio Letras, 120, Lisboa, 1991, pp. 25-41;

“Finding a Voice: Silenced maidens in the symbolic world of fairytales”, Maidens, Snakes and Dragons, Cesil Papers I, King’s College London, 1991, pp. 51-70;

“La Dame de la Mer: une mélusine portugaise”, in Claude-Gilbert Dubois (org.), L’Imaginaire de la Nation: Actes du Colloque Européen de Bordeaux (1989), Presses Universitaires de Bordeaux, Bordeaux, 1991, pp. 185-191;

“Portuguese Fairytales: A Missing Piece in the European Jigsaw”, Portuguese at Leeds: a Selection of Essays from the Annual Semana Portuguesa, Leeds Iberian Papers, Leeds, 1995, pp. 73-97;

“Stories about Time”, Portuguese Studies, 11, Modern Humanities Reserch Association, Londres, 1995, pp. 192-199;

“Female Model, Male Worldview: An analysis of two Portuguese fairytales”, in Leander Petzoldt, Folk Narrative and World View: Vorträge des 10. Kongresses der ISFNR, Innsbruck, Peter Lang, 1996, pp. 133-144;

“Da Fase à Face: Transmutações do tempo nos contos femininos”, Estudos de Literatura Oral, 2, Universidade do Algarve, 1996, pp. 67-78;

Classificação e anotações aos contos em Idália Farinha Custódio e Maria Aliete Farinho das Dores Galhoz, Memória Tradicional de Vale Judeu (2 vols, 1995 e 1997), Loulé, Câmara Municipal;

“Caipirinha ou Coca-Cola? Do regionalismo e internacionalismo dos contos populares”, in Fernando Cristóvão, Maria de Lourdes Ferraz e Alberto de Carvalho (orgs.), Nacionalismo e Regionalismo nas Literaturas Lusófonas, Lisboa, Cosmos, 1997, pp. 97-101;

“O Conto Tradicional Português: Um segredo que o mundo desconhece”, in Enrique Barcía (org.), Cuentos y Leyendas de España y Portugal, I Seminario Internacional, Badajoz, 1997, pp. 39-45;

“Finding the Voices of Fairytales”, in L. Handoo e Ruth B. Bottigheimer, Folklore and Gender, Mysore, Zooni Publications, 1999, pp. 95-102

“The Wearing and Shedding of Enchanted Shoes”, Estudos de Literatura Oral, 5, (1999);

“Once Upon a Time in Vale Judeu”, in Margaret Read MacDonald, Traditional Storytelling Today: An international sourcebook, Chicago / London, Fitzroy Dearborn Publishers, 1999, pp. 281-284;

“Dona Marinha: Uma figura melusínica?”, Actas do II Colóquio da Associação Hispânica de Literatura Medieval (Secção Portuguesa), Série “Línguas e Literaturas”, 3, Universidade do Algarve, 2000

Classificação e anotações aos contos de Filipa Faísca de Sousa em Povo, povo, eu te pertenço, Loulé, Câmara Municipal, 2000

“Brilhos do Tempo das Trevas”, Sul, nº 4 (Março 2001)

Portugal, verbete sobre fontes, recolhas e estudo do conto português da tradição oral, para publicação na Enzyklopädie des Märchens, vol. 10 (2002), cols. 1204-1215

“Tradições escritas e orais em torno da Dama de Pé de Cabra”, Al-Ulyã. Revista do Arquivo Municipal de Loulé, nº 9 (2003), pp. 179-203

Prefácio a Fátima Ribeiro de Medeiros, Do Fruto à Raiz, Ganelas, Gailivro, 2003
“Parvo ou herói? O uso da metáfora nos contos jocosos e maravilhosos da tradição oral”, em Margarida Calafate Ribeiro, Teresa Cristina Cerdeira, Juliet Perkins, Philip Rothwell, A Primavera toda para ti. Homenagem a Helder Macedo, Barcarena, Presença, 2004, pp. 283-287.

“Schue” (sapatos), verbete, Enzyklopädie des Märchens, vol. 12 (2005), cols. 212-217

“A Mudez de Dona Marinha: Lendas e contos em torno do silêncio da mulher”, em Rafael Beltrán e Marta Haro, eds., El cuentp folclórico en la literatura y en la tradición oral, Valência, Universitat de Valência, 2006, pp. 89-109.

“Shojaei, Christine”, verbete, Enzyklopädie des Märchens vol. 12 (2006), cols. 611-613;

Contos Tradicionais de Évora, Idanaha-a-Nova e Mértola (com Rui Arimateia), Introdução e organização, Municípios de Évora, Idanha-a-Nova e Mértola, Projecto 3 Culturas, 2006

“Como um Romance se torna num conto: Transformações e disfarces de A Donzela Guerreira”, in Idália Farinho Custódio, Maria Aliete Farinho Galhoz e Isabel Cardigos, Romances: Património Oral do Concelho de Loulé, vol II, Loulé, Câmara Municipal, 2006, 237-247.

“Portuguese Tales”, The Greenwood Encyclopedia of Folktales and Fairy Tales, edited by Donald Haase. Westport (Connecticut), London, Greenwood Press, 2008, pp. 758-762.

“Em Busca do Belo Adormecido no Mundo dos Contos Tradicionais”, Povos e Culturas, Univ. Católica (no prelo)

“O Príncipe encantado em sapo e o sapo que nunca foi príncipe: Ecos contrastantes de um mesmo conto tradicional”, Festschrift em honra de Maria Manuela Dellile, Coimbra (no prelo)

“The Enchanted Calendar of the Mouras Encantadas”, em Mirjam Mencej (org.) Time and Space, Lliubljana, Eslovénia (no prelo).

“As Doze Palavras Ditas e Retornadas” in Idália Farinho Custódio, Maria Aliete Farinho Galhoz, Orações: Memória Tradicional do Concelho de Loulé, vol. III (em preparação).

7.3 Rubricas

Co-autora, com J. J. Dias Marques, da rubrica “Literatura Oral Algarvia” no Jornal da Serra (Faro), de que já foram publicadas as seguintes páginas:

  1. “O Quarto Escuro da ‘Casa Portuguesa’”, (Faro), 6 (Maio 1994);
  2. “As Surpresas da Cidade”, 7 (Julho 1994);
  3. “Vítimas Inocentes”, 8 (Out. 1994);
  4. “Outra Vítima Inocente”, 9 (Dez. 1994);
  5. “A ‘Cruz’ das Mulheres”, 11 (Agosto 1995);
  6. “Quem Conta um Conto... acrescenta um Conto”, 12 (Dez. 1995);
  7. “Uma Canção Narrativa” 14 (Maio 1996);
  8. “Lendas Vagabundas e seus Disfarces Locais” 15 (Julho 1996);
  9. “Por detrás dum grande homem há sempre uma(s) mulher(es)”, 16 (Nov. 1996)
  10. “Santo António do Algarve”, 18 (Julho 1997)
  11. “Graças que correm mundo, ao jeito do Algarve”, 21 (Fev. 1998)
  12. “É de chorar? Então vamos rir”, 28 (Nov. 1998)
  13. “Grãos e Gabões que amansam Feras”, 31 (Março 1999)
  14. “Novos Rebentos em Velhas Árvores” (Dez. 1999)

7.4. Recensões:

“Marisa Rey-Henningsen, The World of the Plough Woman”, Estudos de Literatura Oral (Faro), 1 (1995);

“Bons Ventos de Espanha” (A. Aarne e S. Thompson, Los Tipos del Cuento Folklórico: Una Classificación; Julio Camarena Laucirica e Maxime Chevalier, Catálogo Tipológico del Cuento Folklórico Español: Cuentos Maravillosos), ELO 2 (1996);

“Candace Slater, The World of the Dolphin: Transformations and Disenchantment in the Amazonian Imagination”, ELO 2 (1996);

“Marina Warner, From the Beast to the Blonde: On Fairytales and their Tellers”, ELO 2 (1996);

“Julio Camarena Laucirica e Maxime Chevalier, Catálogo del Cuento Folklórico Español: Cuentos de Animales”, Estudos de Literatura Oral, 4 (1998);

“Recolha e Publicação de Contos Tradicionais no Brasil” [Osvaldo M. Trigueiros e Altímar de A. Pimentel (eds.), Contos Populares do Brasil: Paraíba; Altímar de A. Pimentel, Contos Populares de Brasília], ELO 4 (1998);

“Brincando, brincando… Pós-Modernismo nos Contos de Fadas” (Cristina Bacchilega, Post-Modern Fairy Tales: Gender and Narrative Strategies), ELO 4 (1998);

“Christine Goldberg, The Tale of the “Three Oranges”, Marvels and Tales (Detroit), vol. 13, nº 1, 1999;

“Maria Teresa Cortez, Os Contos de Grimm em Portugal. A Recepção dos Kinder- und Hausmärchen entre 1837 e 1910, ELO 7-8 (2001-2002);

Walter Hessig, Rüdiger Schott, Heutige Bedeutung Oraler Traditionen. Ihre Archivierung, Publikation und Index-Erschlieung, ELO 7-8 (2001-2002);

Heda Jason, Motif, Type and Genre: A Manual for Compilation of Indices & a Bibliography of Indices and Indexing, ELO 7-8 (2001-2002);

Bronislawa Kerbelyte, The Types of Folk Legends: The Structural-Semantic Classification of Lithuanian Aetiological, Mythological and Historical Legends, ELO, 7-8 (2001-02);

Américo Correia de Oliveira, Os Ogros na Tradição Oral Angolana, ELO 7-8 (2001-02);

Ruth B. Bottigheimer, Fairy Godfather: Straparola, Venice, and the fairy tale tradition, ELO, 9-10 (2003-04);

Francisco Vaz da Silva, Metamorphosis: The dynamics of symbolism in european fairy tales, “International Folkloristics” 1, ELO 9-10 (2003-04);

Anna Angélopoulos e Aegli Brouskou, Catalogue Raisonné du Conte Grec, ELO 9-10 (2003-04);

Julio Camarena e Maxime Chevalier, Catálogo tipológico del cuento folklórico español: Cuentos religiosos e Cuentos novela, ELO 9-10 (2003-04);

Fátima Ribeiro de Medeiros, Do Fruto à Raiz: Uma introdução às Histórias Maravilhosas da Tradição Popular Portuguesa recolhidas e contadas por Ana de Castro Osório ELO 9-10 (2003-04);

Alexandre Parafita, Antologia de Contos Populares, ELO 9-10 (2003-04)
André Petitat (direction de), Contes: L’universel et le singulier, ELO 9-10 (2003-04);

Marilena Papachristophorou, Sommeils et Veilles dans le Conte Merveilleux Grec. Em Donald Haase (editor) Marvels and Tales 20 (1). 2006, 109-117.

8. efemérides

“Quem conta um conto” entrevista no programa da RTP2 “Quem fala assim…” de Maria João Seixas (1994)

Palestra no Dia do Município de Loulé (1996)

Palestra no contexto do lançamento do livro de Idália F. Custódio e M. Aliete F. Galhoz, Memória Tradicional de Vale Judeu, Município de Loulé (1996)

Recepção de Medalha de Ouro outorgada a Ataíde Oliveira, sinal de apreço pelo Centro que adoptou o seu nome (1997)

Palestra de apresentação da biblioteca doada por Maria Aliete Galhoz, no programa da visita do Senhor Presidente da República à Universidade do Algarve (19-05-99)

Membro do Júri para a atribuição do Prémio “A Imagem das Palavras”, da Associação In Loco (2001)

Membro do Júri para a atribuição do Prémio Manuel Ferreira Gomes (2001, 2002), com Margarida Tengarrinha e Nuno Júdice.

9. Membro de

International Society for Folk Narrative Research (ISFNR) (desde 1993)

Folklore Fellows Associate Member (desde 1995)

Corresponding Editor de Journal of Indian Folkloristics (2000)

Membro do Advisory Board duma série da revista Marvels and Tales (2003)

Imprimir Adicionar aos favoritos Enviar a um amigo

Send to a friend